Receita da mídia com publicidade cresce 7,7%

7,7% nos dois primeiros meses do ano e totalizou R$ 3,5 bilhões


 


Segundo informações do projeto Inter-Meios, estudo que reúne dados das principais empresas de comunicação no país, a categoria que apresentou maior índice de crescimento foi internet (16,3%), com faturamento total de R$ 168,4 milhões. Na sequência aparece o segmento de mídia exterior (como outdoors e painéis), com alta de 14,2% e receitas de R$ 135,9 milhões.


 


Televisão aberta avançou 9,6%, enquanto TV por assinatura subiu 8,2% e jornal registrou alta de 6,7%. As categorias de rádio e cinema foram as que apresentaram menores índices de crescimento no período: 3,2% e 1%, respectivamente.


 


Na contramão da tendência de alta do setor no período, duas categorias apresentaram queda nas receitas.


 


Guias e listas tiveram o faturamento reduzido em 18,2%, a R$ 33,2 milhões. As revistas também registraram recuo em receitas com publicidade, chegando a R$ 174,7 milhões, 11,4% a menos do que no mesmo período do ano passado. As mídias com maior volume de faturamento foram televisão aberta, com R$ 2,2 bilhões -puxada pela cidade de São Paulo e região metropolitana-, e os jornais, que somaram R$ 456,5 milhões.


 


Segundo o estudo, três tipos de meio de comunicação tiveram aumento de participação no total da receita com publicidade no período. A televisão aberta foi a que ganhou maior participação (dois pontos percentuais) e passou a representar 64,8% das receitas.


 


Os jornais, que hoje ocupam a segunda colocação em receitas totais, chegaram a 13,1% (ganho de 0,2 ponto percentual). A categoria internet avançou 0,3 ponto percentual e chegou a 4,8%. Permaneceram estáveis as categorias de cinema e mídia exterior, enquanto as demais registraram baixa.


 


Fonte: Folha de São Paulo


 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.