Quais os principais insights sobre as eleições em 2022?

Engajamento dos jovens, redes sociais como palanque para os candidatos e  maior participação das mulheres.  Desde janeiro de 2022, o Brasil ganhou 2 milhões de eleitores entre 16 e 18 anos, e este ano as mulheres correspondem a 53% do eleitorado. Os dados estão no infográfico “O que esperar das eleições em 2022?”, produzido pela FleishmanHillard Brasil

São Paulo, 30 de junho de 2022 – Milhões de brasileiros irão às urnas, em outubro, para escolher representantes para os cargos de Deputado(a) Estadual e Federal, Governador(a), Senador(a) e Presidente. Segundo apuração do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), mais de 147 milhões de pessoas terão a possibilidade de votar usando o E-Título.

De acordo com dados levantados pela área de Insights & Innovation da FleishmanHillard Brasil e apresentados no infográfico “O que esperar das eleições em 2022?”, quase 9 milhões de pessoas regularizaram sua situação eleitoral e as mulheres são a maioria, com 53% de participação. Apesar da relevância, o número ainda é desproporcional à quantidade de mulheres politicamente ativas no País. Outro dado interessante é que cerca de 40% delas admitem que, daqui até outubro, seu voto pode mudar.

Desde janeiro de 2022, o Brasil ganhou 2 milhões de eleitores entre 16 e 18 anos, alta de 47% em relação a 2018 e de 57,4% comparado aos quatro primeiros meses de 2014. Maio foi o mês de maior pico de buscas por “Título eleitoral” em 18 anos (2004-2022). E, “regularizar” e “tirar o título eleitoral” foram os termos de maior destaque nas buscas.

Os mais de 19 milhões de jovens, com idade entre 16 e 24 anos, aptos a votar, despertam o interesse dos candidatos que estão atentos a conquistar esse público usando as redes sociais como o TikTok. O presidente Jair Bolsonaro (PL) acumula 1,8 milhão de seguidores e tem quase 6 milhões de visualizações em um vídeo. Já o Lula (PT) conquistou 24,8 mil seguidores nas três primeiras horas de lançamento do perfil no TikTok, e hoje soma 98,2 mil seguidores. Os outros pré-candidatos também estão na plataforma: André Janones (Avante) tem 212,8 mil seguidores, Pablo Marçal (PROS) tem 174,4 mil, e Ciro Gomes (PDT) tem 154,1 mil seguidores.

Na rede social corporativa LinkedIn, alguns dos candidatos ganham destaque. Jair Bolsonaro (PSL) acaba de entrar na rede profissional e conta com uma audiência de 70,3 mil seguidores. Lula (PT) ingressou em setembro do ano passado e acumula, até o momento, 74,7 mil seguidores. Pablo Marçal (PROS) está ativo na plataforma e conta com 7,8 mil seguidores. Os demais candidatos não possuem número expressivo de seguidores e/ou não foram identificados na rede.

Em uma alternativa para combater a desinformação, o TSE fechou acordo para as eleições 2022 com Telegram, WhatsApp, Facebook, Twitter, Spotify, Kwai e TikTok, com o objetivo de denunciar, excluir ou reduzir o alcance de conteúdos que violem a legislação eleitoral ou ameacem o processo democrático. A iniciativa faz parte do programa de enfrentamento à desinformação criado pelo TSE em 2019 e transformado em permanente em 2021.

Realizada em março, a Semana do Jovem Eleitor 2022 incentivou jovens de 15 a 18 anos a solicitarem o 1º título de eleitor. Durante a mobilização, cerca de 6,8 mil tuítes foram publicados com esse tema, que impactaram mais de 88 milhões de pessoas. Além disso, times de futebol, como Corinthians, Palmeiras e Flamengo, entre outros clubes, e personalidades participaram da iniciativa, como os atores Lázaro Ramos, Bruna Linzmeyer e Larissa Manoela, a jornalista Miriam Leitão, a cantora Anitta e os atores norte-americanos Leonardo DiCaprio e Mark Ruffalo.

O infográfico completo, em PDF, pode ser acessado pelo link https://web.fleishman.com.br/infografico-eleicoes.

 

* A reprodução parcial ou total do infográfico é liberada, desde que citada a FleishmanHillard Brasil como fonte.

* Os dados foram coletados a partir de pesquisas recentes sobre o tema em diferentes fontes, como:  AnswerThePublic, Google Trends, Agência Senado/DataSenado, TSE (Tribunal Superior Eleitoral), The News (thenews.cc) e Veja.

 

 

FleishmanHillard Brasil

A FleishmanHillard é líder global em relações públicas e comunicação corporativa. A agência utiliza a metodologia própria Authenticity Gap (AG), diagnóstico que trabalha exatamente na Intersecção entre Marca e Reputação. O estudo revela dados que orientam ações que podem direcionar estratégias de comunicação em diferentes meios e mídias com foco em potencializar negócios. A metodologia é realizada globalmente há 15 anos e foi trazida pela primeira vez ao País, em 2019.

No Brasil desde 2014, a FleishmanHillard faz parte dos grupos Omnicom e In Press e possui escritórios estrategicamente localizados em São Paulo, Rio de Janeiro e Brasília que permitem atuar em rede localmente com profunda compreensão dos costumes e cultura do mercado brasileiro. As equipes, também, trabalham integradas com os 2.200 profissionais da FleishmanHillard presentes em mais de 78 escritórios em 30 países.

 

Informações à Imprensa:

FleishmanHillard Brasil

Tainá Ianone

Tel.: +55 (11) 3185 9927

taina.ianone@fleishman.com.br

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.