Censo revela o tamanho do segmento das agências de comunicação corporativa no Brasil

Um levantamento inédito promovido pela Associação Brasileira das Agências de Comunicação – Abracom e pela Mega Brasil Comunicação revelou o tamanho real do mercado brasileiro de agências de comunicação corporativa. São 875 empresas em todo o país, com forte concentração no estado de São Paulo, que tem mais de 500 empresas em operação. Em seguida, com 70 agências, vem o Rio de Janeiro. Minas Gerais e Paraná se destacam com mais de 40 agências, seguidos por Rio Grande do Sul, Bahia, Distrito Federal, Santa Catarina e Pernambuco, cada um com mais de 15 empresas.

A pesquisa foi realizada entre os meses de maio e agosto, com abordagens individuais por telefone e e-mail. A pesquisa contratada pela Abracom e pela Mega Brasil valeu-se de uma base de dados que cruzava os mailings da associação e da empresa, além dos cadastros de CNPJ e contatos levantados por meio de pesquisas da internet. Partindo de uma relação de mais de 1.200 CNPJs, a pesquisa adotou como critérios o retorno dado à abordagem com informações sobre a agência, a presença em canais na internet como sites, blogs e perfis ativos nas redes sociais e a existência legal da agência, com estrutura mínima de atendimento. “Procuramos distinguir a ‘eugência’, que é aquela iniciativa individual, que, um dia pode virar uma empresa de fato, das agências que têm sede, equipes de atendimento e uma carteira de clientes mais robusta”, afirmou Eduardo Ribeiro, sócio da Mega Brasil Comunicação. “Esses dados vão nos ajudar a orientar a pesquisa sobre o mercado realizada pelo Anuário Brasileiro da Comunicação Corporativa.

Para Daniel Bruin, presidente do Conselho Gestor da Abracom, a pesquisa “reforça o tamanho e a importância econômica do mercado brasileiro de comunicação corporativa. Temos agências em todas as regiões do país, atendendo clientes dos mais variados segmentos e portes, mostrando que a nossa atividade, que fatura mais de R$ 3 bilhões por ano e emprega mais de 16 mil profissionais de alta qualificação está presente na estratégia das organizações brasileiras”.

A pesquisa terá revisões periódicas para monitorar a movimentação de negócios do setor e manter o cadastro de empresas sempre atualizado.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.