Indicadores: veja o que rolou no último estudo de cargos e salários Abracom

71% dos colaboradores de agências de comunicação corporativa estão na área de atendimento; há predominância feminina (75%),  a maioria são jovens (50%), com até 29 anos, e 59% são contratados pelo regime CLT. Isso foi o que apontou a pesquisa de cargos e salários, realizada pela Abracom, em 2013.

O estudo ainda trouxe a ampliação no escopo das companhias, uma vez que apresentou diversificação crescente nas atividades do setor. Demonstrando, desta forma, que não são mais apenas assessoria de imprensa e, sim, agências de comunicação corporativa (73%).

Outro dado interessante foi o fato de 52% dos profissionais da área serem formados em jornalismo. Em 2005, o montante chegava a 80%, conforme sondagem feita na época pela entidade entre as empresas associadas. A entrada de profissionais com outras formações (publicidade, relações públicas, administração etc.) confirma a multidisciplinaridade da categoria.

Já quando o assunto é benefício, o vale alimentação é o principal concedido, seguido de assistência médica, seguro de vida e estacionamento. Menos de 10% das empresas concedem auxílio para a formação complementar dos funcionários (extensão universitária). O subsídio para o aperfeiçoamento de idiomas estrangeiros também é baixo.

Os aumentos concedidos por mérito e por promoção de cargo, por sua vez, variam entre 10% e 20% , padrão razoável dentro do mercado. Entretanto, a amplitude das faixas salariais para um mesmo cargo variam de 1% a 700%, indicando práticas fora do padrão do segmento.

Além disso, a pesquisa trouxe em detalhes e recortes cada um dos itens mencionados no texto, indicadores de RH (turnover, treinamento, tempo de permanência etc.), participação nos resultados, nomenclaturas de cargos, 13º salário e muito mais. Portanto, não perca a chance de participar desta nova edição do estudo em 2017, envie um e-mail para ariane@abracom.org.br mostrando o interesse em participar do levantamento de informações e/ou adquirir o novo diagnóstico completo.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.