Fundação FEAC divulga finalistas da 14ª edição do Prêmio de Jornalismo


Vencedores serão conhecidos durante cerimônia em 13 de dezembro

Já estão eleitos os finalistas da 14ª edição do Prêmio Fundação FEAC de Jornalismo. Na categoria Cinegrafista os três classificados são Oscar Herculano, da TV PUC-Campinas, com a reportagem “Patrulheiros”; Pedro Luis Sardeli, da TV Band Campinas, com “Tae Kwon Do: Um golpe de cada vez” e Vanderlei Bonifácio Duarte, da EPTV Campinas, com “Educação que transforma: o exemplo da professora Claudia”.

Na modalidade Fotojornalismo, os finalistas são todos integrantes da redação do diário Correio Popular, do Grupo RAC: César Augusto Alves Rodrigues, com a foto “Diferenças desaparecem com a convivência diária”; Janaína Ribeiro Maciel, com “Movimentos que libertam”; e José Eduardo Fortes, com a imagem “Menor é aprovado para curso no Bento Quirino”.

Amanda Maria Artioli, do Jornal da PUC-Campinas, com a reportagem “Alunos do CCV praticam a responsabilidade social”; Barbara Guatieri Beraquet, do periódico A Tribuna, com “Ser criança… tudo de bom”; e Luciane Modenese, de JornaLivro, e seu “Informativo do Projeto Passa Balaio Transformando Sonhos” são os classificados na categoria House Organ.

O jornal Correio Popular também tem duas jornalistas como finalistas na categoria Mídia Impressa: Adriana Leite e Silva, com a reportagem “O longo e duro caminho até os primeiros passos”; e Kátia Margarete Camargo Marson, com “Médico cheio de truques”. Além delas, a jornalista Ana Paula Ferraz Pontes, da revista “Almanaque Cultura”, também é uma das finalistas, concorrendo ao prêmio justamente com esta publicação.

Já na categoria Rádio, um dos finalistas é André Juliano Berenguel, da Rádio BandNews Campinas, com a reportagem “Sementes da Esperança”. Os outros dois finalistas integram a equipe da rádio CBN Campinas: Flávio Henrique Botelho de Oliveira, com “Reciclagem e arte transformam a vida de meninos carentes da região do Jardim São Marcos em Campinas”; e Leonardo Cassano, com “Terceiro sinal: Teatro como forma de reescrever histórias de vida”.

A modalidade Televisão conta com trabalhos de diversas emissoras. Graziela Félix, da Rede Família de Televisão, com a matéria “Sustentabilidade: da escola para o mundo”; Marcelo Ferri de Carvalho Dias, da EPTV Campinas, com a reportagem “Educação que transforma: o exemplo da professora Claudia”; e Wellington França Bueno, da TV Band Campinas, com a série de reportagens “Amigos do bem”, disputam o prêmio nessa categoria.

Estes dezoito trabalhos foram indicados por membros do Comitê Julgador 2011 e disputam prêmios no valor de R$3,5mil por categoria. Os seis vencedores – um por modalidade – têm ainda a chance de conquistar o Grande Prêmio Fundação FEAC de Jornalismo que garante mais R$4mil ao felizardo que leva para casa R$7,5mil – soma resultante da premiação na categoria específica e o incremento do reconhecimento ao melhor trabalho do ano. Os ganhadores serão conhecidos em cerimônia a realizar-se na noite de 13 de dezembro, terça-feira, a partir das 19h, no Espaço Vert (Rua Rei Salomão, 231 – distrito de Sousas – Campinas/SP). A solenidade deste ano promete ser especial devido aos preparativos para a edição 2012 desta iniciativa que desde 1998 reconhece a força da imprensa no interior paulista. Uma das ações planejadas para esta 14ª edição da premiação é a divulgação do evento contando com um time de garotos-propaganda formado por jornalistas de Campinas que são referência nesta categoria profissional. O grupo é composto por profissionais respeitados, reconhecidos, populares e alguns com história no Prêmio FEAC de Jornalismo. No time composto por 15 jornalistas há profissionais da EPTV, Band, TVB Record, RAC (Correio Popular, Diário do Povo, etc.), CBN, Associação Campineira de Imprensa, Decom (Departamento de Comunicação da PMC), Rádios Central e Educativa e uma representante de assessoria de imprensa – no caso, Ateliê da Notícia. Foram desenvolvidos então 15 e-mails marketing diferentes, com textos também diferentes em cada um deles, ilustrados por estes garotos-propaganda. Esta estratégia, de ter jornalistas convidando jornalistas e colegas de redação/profissão, foi pensada para causar mais intimidade com o público-alvo deste tradicional encontro.

Os prêmios somente serão entregues aos vencedores que estiverem presentes na solenidade de premiação ou que apresentarem justificativa prévia pela ausência. Em casos de ausência não justificada, o prêmio da respectiva categoria será entregue ao segundo colocado na fase de classificação.

Exatos 84 trabalhos, publicados e/ou divulgados por veículos de comunicação no período de 04 de outubro de 2010 a 04 de outubro de 2011, foram inscritos na 14ª edição do Prêmio Fundação FEAC de Jornalismo. Os profissionais de imprensa responsáveis pela produção dos materiais em consonância com a temática “Experiências educativas, artísticas e culturais que transformam a realidade social” tiveram até 14 de outubro último para garantir participação na premiação 2011.

A edição deste ano do Prêmio FEAC de Jornalismo conta com apoio especial do Grupo DPaschoal e apoios do Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado de São Paulo – regional Campinas, Associação Campineira de Imprensa (ACI) e Associação Brasileira das Agências de Comunicação (Abracom).

Informações: (19)3794-3511/3515/3526.

Fonte: FEAC

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.