Secom divulga cinco agências classificas em licitação internacional

A Secretaria de Comunicação Social (Secom) da Presidência da República divulgou nesta quinta-feira (03/07), o nome das agências de comunicação classificadas para a próxima etapa da licitação que escolherá a empresa que divulgará as ações do Brasil no Exterior.


Foram 13 agências habilitadas para o processo e apenas cinco superaram a pontuação mínima de 80 pontos: a CDN com 147,27 pontos, Publicom, que se classificou com 127,77, a FSB, com 122,82, a Burson-Marsteller, com 120,83 e a Santa Fé, com 120,82. Somente estas agências continuarão na disputa pelos R$ 15 milhões anuais. Caso nenhuma empresa entre com recursos nos cinco dias úteis após a publicação do resultado no Diário Oficial, a abertura das propostas de preços deverá acontecer em 15 de julho.


Segundo a Secom, algumas participantes foram desclassificadas por não apresentar documentos exigidos pelo edital de concorrência.


O objetivo do contrato – que terá vigência de um ano e que poderá ser prorrogado por até 60 meses, será prover uma estrutura de comunicação no exterior, para atuar nos mercados norte-americano, europeu e asiático.


Fonte: Comunique-se 


FONTE: Comunique-se

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.