País gastará R$ 15 mi para melhorar imagem

 


Luciana Nunes Leal


Brasília


 


O governo brasileiro vai gastar R$ 15 milhões anuais para divulgar o País nos Estados Unidos, na União Européia e na Ásia. Ontem, a comissão de licitação da Secretaria de Comunicação Social (Secom) da Presidência habilitou 13 empresas de comunicação e relações públicas que participam da licitação.


A habilitação das concorrentes acontece no momento em que o Brasil enfrenta noticiário internacional negativo por causa da saída de Marina Silva do Ministério do Meio Ambiente e das incertezas sobre a política ambiental do governo daqui para a frente.


Com a contratação, a intenção do Planalto é que o noticiário positivo divulgado da mídia internacional atraia investimentos estrangeiros não só de grandes empresas, mas também de pequenas e médias empreendedoras e de instituições como fundos de pensão.


O governo pretende manter uma estrutura permanente de comunicação no exterior para fazer relações públicas do Brasil com a mídia local. Não será uma campanha de publicidade, mas uma estratégia para divulgar, segundo assessores do Planalto, principalmente o bom momento da economia brasileira e as opções de investimento. Hoje, o corpo diplomático do Brasil já desempenha este papel.


A percepção do governo é que o noticiário favorável ainda é esporádico. Apesar de a economia ser o ponto central da divulgação, haverá um esforço para apresentar o Brasil como um país com avanços sociais, com preocupações ambientais e inovação tecnológica.


 


Fonte: Jornal O Estado de S. Paulo – 20/05/2008


 


FONTE: O Estado de S. Paulo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.