Aberje prepara debate sobre lobby

Atividade estigmatizada e que a cada crise ganha contornos demoníacos, o lobby é, em vários países, uma função reconhecida e valorizada pela sociedade. Esse, aliás, é o entendimento da Aberje, que elegeu 2007 como o ano da defesa do lobby, por entender que essa atividade é relevante e inerente à democracia. No Brasil, no entanto, fruto da seqüência de escândalos que tem abalado a reputação do Poder Público brasileiro, lobby virou sinônimo de atividade ilegal, marginal, suspeita, feita com objetivos escusos e interesses inconfessáveis. O tema será posto em discussão no 7º Congresso Brasileiro de Comunicação no Serviço Público, que será realizado nos dias 14, 15 e 16 de agosto, no Centro de Convenções Rebouças, em São Paulo, sob a coordenação da Aberje, que apóia institucionalmente o encontro.


 


O presidente da Aberje será um dos debatedores, devendo ter ao seu lado nomes como os do ex-ministro Saïd Farhat e do jornalista Carlos Eduardo Lins da Silva (ex-Folha de S.Paulo e Valor Econômico), atualmente na Patri. A mesa será presidida por Luiz Roberto Serrano, presidente do Sinco e da Comissão de Ética da Abracom. O evento já recebeu o apoio institucional de ABI, Fenaj, Conferp, Aberje, Abracom, Sinco, ABRP Nacional, Intercom, Abecom, Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado de São Paulo, Conrerp 2ª Região e Sinprorp.


 


As inscrições serão abertas nos próximos dias e poderão ser feitas pelo site da Mega Brasil, www.megabrasil.com .


adriana@megabrasil.com.br


11-5573-3627.


 


Fonte: Jornal da Comunicação Corporativa


FONTE: Jornal da Comunicação Corporativa

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.