Entrar no debate da comunicação será o papel do novo Conselho de Ética da Abracom

Confira a carta do presidente do Conselho de Ética da Abracom sobre a formação do novo grupo de conselheiros


“É com enorme satisfação que anuncio a formação do novo Conselho de Ética da Abracom, formado por personalidades de renome da comunicação e da universidade brasileiras. São eles:


 


Rolf Kuntz – Jornalista, Editorialista de O Estado de S. Paulo e Professor de Filosofia da USP.


 


Clóvis de Barros Filho – Filósofo e advogado,  professor da USP, ESPM e da Casa do  Saber


 


Márcio Polidoro – Diretor de Comunicação da Odebrecht S/A.


 


Mário Ernesto Humberg – Jornalista e Relações Públicas, Coordenador do PNBE


 


CarlosChaparro – Jornalista e Professor da ECA/USP


 


Luiz Martins da Silva – Professor Adjunto da Faculdade de Comunicação da Universidade de Brasília (UnB).


 


Originalmente, a função do Conselho de Ética é pronunciar-se sobre casos polêmicos e eventuais disputas empresariais no mercado da comunicação corporativa. É esse, tradicionalmente, o perfil dos Conselhos de Ética. Mas, de comum acordo com a Diretoria da Abracom e com seu Presidente José Luís Schiavoni, decidimos ampliar essas funções, pelas seguintes razões:


 



  • A comunicação corporativa ocupa, hoje, um enorme espaço na vida das sociedades. As Agências de Comunicação têm enorme responsabilidade na geração de conteúdo na mídia, seja direta ou indiretamente. Neste último caso, como provedores de conteúdo via o serviço de assessoria de imprensa, alimentando com informações veículos de todo o país. Diretamente, como produtores de conteúdo para publicações impressas e eletrônicas, blogs, e outros meios comunicação de corporações e associações civis, espaço que cresce continuamente. Cabe, portanto, discutir não só a ética que deve pautar todas essas atividades, mas também a sua influência na sociedade, seus caminhos futuros e assim por diante.

 



  • Nossos Conselhos de Ética, e o atual é o segundo que a Abracom tem a honra de escolher, é sempre composto por personalidades, que, nas suas especialidades, a partir de suas experiências e de seus pontos de vista, têm enorme contribuição a dar para as discussões que pretendemos travar.

 


Queremos, enfim, colocar o nosso Conselho de Ética como ator importante nas discussões sobre os caminhos da mídia no Brasil, partindo sempre do ponto de vista das Agências de Comunicação, mas abarcando todo o campo da comunicação, uma vez que, como já disse, nossas empresas são parte importante desse universo.


 


Espero que consigamos atingir os objetivos a que nos propusemos e contamos com as sugestões de todos os associados para organizar encontros, palestras, publicações ou qualquer outro tipo de atividade que se encaixe na  disputada agenda de nossos Conselheiros.


 


Luiz Roberto Serrano


Presidente do Conselho de Ética da Abracom


Presidente do Sindicato Nacional das Empresas de Comunicação Social – Sinco


 


FONTE: Abracom

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.