Sinco forte ao lado da Abracom

A nova diretoria do Sindicato Nacional das Empresas de Comunicação Social (Sinco) assumiu com a missão de promover uma aproximação com a Associação Brasileira das Agências de Comunicação – Abracom. O objetivo dessa aproximação é desenvolver políticas comuns de promoção institucional e mercadológica das atividades das agências de comunicação, bem como criar sinergias na utilização das estruturas das duas entidades.


 


Aos poucos, passo a passo, iremos construindo os laços dessa colaboração cuja meta final é criar um forte sistema de representação para as agências de comunicação, como há em outros setores da economia. Como exemplos podemos citar o sistema Anfavea/Sinfavea e o Abimaq/Sindimaq, que reúnem, respectivamente, as associações e sindicatos das empresas automobilísticas e de máquinas.


 


O guarda chuva do SINCO


 


Desde o  dia 11 de setembro o Sinco já está instalado na mesma sede da Abracom., primeiro passo da integração. Em seguida, o desafio a ser enfrentado é aumentar a visibilidade do Sinco para que sua função seja melhor percebida pelas empresas do setor. Apesar de já ter uma longa história, o Sinco sempre sofreu com a falta de recursos, o que dificultou até mesmo a divulgação de sua existência e de suas funções. Como entidade sindical empresarial, reconhecida pelo Ministério do Trabalho e Emprego e pela Secretaria das Relações do Trabalho desde 1991, o Sinco tem a função legal de representar as diversas empresas de comunicação de todo o país ligadas aos seguintes segmentos:


 



  • Relações Públicas
  • Assessoria de Imprensa
  • Assessoria de Comunicação Integrada
  • Assessoria de Comunicação Empresarial
  • Publicações Empresariais
  • Clipping
  • Eventos Institucionais
  • Vídeos Empresariais
  • Relações Governamentais
  • Produção Visual
  • Desk-top Publishing
  • Auditoria de Imagem
  • Marketing Institucional
  • Projetos Culturais

 


A função mais visível do Sinco, entre as outorgadas pelo Ministério do Trabalho, é representar o setor econômico acima descrito nas negociações trabalhistas com os sindicatos dos trabalhadores das empresas que nele atuam. Há muitas outras, várias das quais já exercidas pela Abracom, sobre as quais escreverei em outra oportunidade.


 


A Contribuição Sindical obrigatória


 


Para o Sinco se tornar mais visível, precisa se fortalecer e, para tanto, necessita de maiores recursos financeiros que lhe permitam prestar mais serviços às empresas do setor. Essa é uma equação que tem uma solução inicial bastante viável. A entidade tem o direito de receber a Contribuição Sindical obrigatória que todas as empresas do setor são obrigadas a fazer anualmente, por determinação da legislação sindical vigente no país. Mas, como o Sinco ainda tem pouca visibilidade, a maior parte das empresas do setor acaba, por desinformação,  desviando-a para outras entidades. Assim, perdemos o que por direito deveria ser nosso.


 


Nossa principal tarefa, neste final do ano, é trabalhar para que as empresas do setor (cujos segmentos de atuação, repito, estão relacionados acima)  direcionem a Contribuição Sindical obrigatória de 2007 para o Sinco, a partir de janeiro próximo. E a divulgação desse texto é o primeiro esforço nesse sentido. Faremos outros esforços, inclusive para agilizar o seu pagamento por intermédio de nosso site, melhorando o sistema atualmente existente que utiliza um link para a Caixa Econômica Federal.


 


O importante é que os administradores e os contadores das agências de comunicação fiquem cientes de que a Contribuição Sindical deve ser direcionada ao Sinco.


 


Mais informações podem ser obtidas com Claudia Roberta


Sindicato Nacional das Empresas de Comunicação Social – Sinco
Rua Pedroso Alvarenga, 584 – cj. 51 – Itaim Bibi – SP/SP


Fone/Fax: (11) 3078-3226


Horário: 8hs00 às 13hs00 – segunda a sexta-feira
Home page: www.sincosindicato.com.br


 


Ao fortalecermos o Sinco, estaremos fortalecendo o sistema Abracom/Sinco e a representação de nossos interesses junto ao mercado, a governos e à sociedade.


 


Luiz Roberto Serrano

Presidente do Sinco e presidente do Conselho de Ética da Abracom
FONTE: Sinco

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.