Abracom contra a MP 232

Entidade enviou nota de protesto para o Presidente da República, Ministros e Parlamentares



A indignação dos diversos setores da economia contra a Medida Provisória 232, que aumenta a carga de tributos para pequenas e médias empresas tributadas pelo regime de lucro presumido começa a surtir efeitos. O Governo Federal adiou por um mês o início da vigência da MP. E os congressistas começam a dar sinais de que irão negociar mudanças ou até a derrubada total da medida. A Abracom está fazendo sua parte no movimento para barrar o aumento de impostos. Enviou, em conjunto com o Sinco ? Sindicato Nacional das Empresas de Comunicação Social, ofícios de protesto contra a Medida.



Endereçados ao Presidente da República, aos ministros de Estado e aos parlamentares, os ofícios pedem que o setor produtivo, notadamente o de pequenas e médias empresas, seja preservado da sede de arrecadação do Governo.



A Abracom também integra o Fórum Empresarial contra o aumento de impostos e estará presente nas ações para pressionar os parlamentares a derrubar a Medida Provisória.





Parceria com MaxGov faz protesto chegar aos parlamentares



Uma carta para cada deputado e senador, personalizada, com controle de entrega e estatística de leitura. Foi através da parceria com o mailing de governo MaxGov (www.maxgov.com.br) que a Abracom enviou protesto a todos os parlamentares, reafirmando a posição contra a Medida Provisória 232. Clique Aqui para ler na íntegra as cartas de protesto enviadas ao Presidente Luís Inácio Lula da Silva e aos parlamentares.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.