Trabalho em assessorias chega à DRT/MG

Representantes do Sindicato dos Jornalistas Profissionais de Minas Gerais (SJPMG) e da Federação Nacional de Cultura (Fenac) estiveram reunidos, nesta quinta-feira (24/06), na Delegacia Regional do Trabalho (DRT/MG), para discutir a criação da Convenção Coletiva de Trabalho para jornalistas de Assessorias de Comunicação.   

  

Embora convidadas, as Federações do Comércio e da Indústria, e os sindicatos das Empresas de Turismo de Minas, e Nacional de Comunicação Social (Sinco) não compareceram à audiência na Delegacia do Trabalho. Este último, sediado em São Paulo, desculpou-se pela ausência, por meio de ofício à DRT/MG, solicitando ao delegado Carlos Calazans, a prorrogação das negociações para o mês de julho, quando a nova diretoria do Sinco será empossada.  

  

Representando as empresas e entidades das áreas de cultura, serviços e recreação, como fundações, igrejas, clubes e organizações do chamado Terceiro Setor, a Fenac apresentou uma contraproposta, contendo 30 cláusulas sobre horas-extras, descanso, condições de trabalho e outras, mas apenas a que trata do piso salarial foi, imediatamente, rejeitada pelo SJPMG. "O salário sugerido de R$ 686,00 é inaceitável", retrucou o presidente Aloísio Lopes, para quem "esta importância está bem abaixo do  

valor praticado no mercado mineiro, atualmente".   

  

O dirigente mineiro entende que "a categoria não deve abrir mão do mínimo de R$ 1.435,00, para uma jornada de cinco horas/dia". Como os objetivos do SJPMG ainda não foram atingidos, um novo encontro na DRT/MG está previsto para o dia 6 de julho próximo, "possivelmente, com a presença também do Sinco e de representantes do setor público, Sindicato das Cooperativas e outras entidades afins", para nova rodada de negociação.  

  

Esta é a primeira vez que os jornalistas mineiros lotados em Assessorias de Comunicação têm uma campanha salarial especificamente discutida para a categoria. Aloísio Lopes espera que as convenções coletivas de trabalho possam ser assinadas "para que os jornalistas de Assessorias de Comunicação em Minas sejam contemplados com a novidade de mais esta conquista da categoria de assessores".  


FONTE: Comuniquese

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.