Enquete de comunicação interna aponta os desafios do setor


Os resultados ajudam a definir estratégias de capacitação e aprimoramento


 


O Grupo de Comunicação Interna da Abracom realizou, com 70 associados, uma enquete que mostra o perfil predominante de empresas de pequeno porte, que trabalham com comunicação internamais de 10 anos, embora não atuem exclusivamente nesse ramo, e que mantêm contratos regulares com seus clientes. As agências apontam como principais desafios para 2009 a necessidade de reafirmar a importância estratégica da área e de se adequar às possibilidades orçamentárias impostas pelo atual cenário econômico.


O levantamento traz outras características desse conjunto de empresas, tais como: ramo de atuação dos clientes, faturamento, métodos de cobrança e dificuldades a serem vencidas. “O importante é, a partir desse primeiro resultado, progredir em nosso plano de ação, que envolve a criação de um curso aos associados“, afirma Claudia Cezaro, coordenadora do Grupo de Comunicação Interna da Abracom e diretora da KlaumonForma Comunicação. Em 16/6, a equipe se reúne para apresentar as propostas do programa de capacitação para Pedro Cadina, diretor de capacitação da associação.


 


A pesquisa


 


O convite para participar do estudo se estendeu às cerca de 300 agências associadas. Das 70 que responderam, 68 disseram atuar com comunicação interna, o que corresponde a 23% das associadas. A maioria está concentrada nos Estados de São Paulo, Pernambuco, Rio de Janeiro, Minas Gerais e no Distrito Federal. Para 75% dos entrevistados, esse campo de atuação representa até 30% do seu volume total de trabalho.


A pesquisa revelou que as oportunidades de negócios vêm de clientes dos mais diversos ramos da economia, com destaque para serviços especializados e médicos, construção e engenharia, tecnologia da informação, comércio varejista e alimentos. Outro sinal positivo identificado é que as agências estão conseguindo firmar mais contratos regulares, que substituem o modelo de contratos específicos para cada trabalho iniciado. “É, sem dúvida, uma forma de contratação mais justa e uma tendência dos últimos anos“, ressalta Jaíra Reis, também coordenadora do Grupo de Comunicação Interna da Abracom e diretora executiva da Casa do Cliente Comunicação 360 º.  


 


Dificuldades e desafios  


 


As agências respondentes citam como principais dificuldades a verba limitada dos clientes para serviços de comunicação interna e o desconhecimento por parte deles da importância das ações voltadas para o público interno. “Precisamos mostrar para o mercado a real necessidade de manter essas ações ativas e os resultados gerados”, acrescenta Claudia.


A pesquisa identificou também entraves no relacionamento entre agências e o setor de recursos humanos das corporações. É por isso que o grupo pretende marcar presença em eventos de RH e promover iniciativas para sensibilizar os gestores desse segmento.


Está agendada uma apresentação sobre o Caderno de Comunicação Organizacional 3 – Como entender a Comunicação Interna, elaborado pelo grupo de Comunicação Interna da Abracom, para o Sindicato dos Jornalistas do Estado de São Paulo, em 20/6, às 10 horas, além de outras visitas e palestras em universidades e associações. “Os dados levantados contribuem de imediato para a formatação do curso de capacitação e outras pesquisas serão realizadas para aprofundar o conteúdo“, concluem as coordenadoras.


 


FONTE: Abracom

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.