IBRET promove seminário para discutir mecanismos de administração das demissões em massa

Evento será realizado em 17 de fevereiro na Universidade de São Paulo


 


O IBRET* – Instituto Brasileiro das Relações de Emprego e Trabalho, inicia sua programação de 2009 com o seminário Mecanismos negociados para administrar demissões – A experiência internacional e a realidade brasileira.


O evento é gratuito e será realizado no dia 17 de fevereiro, na FEA – Faculdade  de Economia, Administração e Contabilidade da USP, em São Paulo.


Destinado a Profissionais de Recursos Humanos, executivos, empresários, sindicalistas, advogados e entidades envolvidas com relações trabalhistas, o seminário discutirá as alternativas negociadas e transitórias para a onda de demissões generalizadas que se instaurou no mercado brasileiro no final de 2008, como um desdobramento da crise econômica.


A retomada do crescimento é a resposta definitiva para o desemprego. 


No entanto, até que isso aconteça é necessário que se discutam medidas para minimizar o impacto da redução no nível de atividade nas empresas?, explica o economista Hélio Zylberstajn, Professor da FEA/USP e Presidente do IBRET.


O Seminário se propõe a indicar algumas medidas concretas e úteis para os trabalhadores, as empresas e o governo.


A experiência internacional de países como o Uruguai, que possui uma legislação específica que regulamenta a suspensão do contrato trabalhista, será apresentada no seminário por representantes do Ministério do Trabalho deste país. Ferramentas de administração de demissões de países desenvolvidos e emergentes serão discutidas no evento, que abordará também alguns casos brasileiros. Este módulo será apresentado por Amauri Mascaro Nascimento, Professor titular em Direito do Trabalho da USP.


Farão parte das mesas redondas e debates representantes dos trabalhadores, dos empresários e do governo, como João Carlos Juruna Gonçalves, Secretário Geral da Força Sindical; Artur Henrique da Silva Santos, Presidente da CUT (a confirmar); Carlos Luppi, Ministro do Trabalho e Emprego (a confirmar) e Paulo Skaf, Presidente da FIESP (a confirmar).


  


Local: Sala de Congregação da FEA – USP


Av. Prof. Luciano Gualberto 908 – Cidade Universitária – São Paulo


Telefone: (11) 2922-9626


 


 


Mais sobre o IBRET:


 


O IBRET é uma associação de caráter multidisciplinar voltada para o debate, análise e reflexão sobre os grandes desafios, atuais e futuros, das relações trabalhistas no Brasil. Fundado em dezembro de


2006 por um grupo de 25 profissionais, oriundos do movimento sindical, de círculos empresariais e de pesquisadores e estudiosos do mundo acadêmico, o IBRET é membro do IIRA-International Industrial Relations Association, associação que liga sessenta entidades similares, de diferentes nacionalidades. Com a criação do Instituto, nosso país passou a oferecer aos profissionais brasileiros a oportunidade de se integrarem a uma rede mundial de profissionais das relações de trabalho.


Os associados do IBRET militam em quaisquer dos lados da relação trabalhista. Podem ser representantes de empresas, de trabalhadores ou, ainda, agentes de órgãos do governo. São membros na qualidade de pessoas físicas, não representando em nosso âmbito associativo as organizações para as quais prestam seus serviços profissionais. Dessa forma, o IBRET tem conseguido se firmar como um espaço no qual os associados discutem profissional eindependentemente os temas sobre os quais trabalham no exercício de suas funções. Ao se constituir este espaço de discussão profissional, abre-se um canal de diálogo ao mesmo tempo independente de posições institucionais e comprometido com o aprimoramento, o amadurecimento e a profissionalização as relações de trabalho no Brasil.


FONTE: Abracom

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.