Entidades lançam o “Guia de Boas Práticas de Comunicação em Feiras e Eventos”

 


Iniciativa valoriza a comunicação eficiente em feiras e eventos


 



 


Com a proposta de auxiliar na cobertura de feiras de negócios e eventos, cinco entidades se reuniram e elaboraram o “Guia de Boas Práticas de Comunicação em Feiras e Eventos – Práticas e Procedimentos”. Realizado pela ABRACOM – Associação Brasileira das Agências de Comunicação, pela FENAJ – Federação Nacional dos Jornalistas, pelo SJSP – Sindicato dos Jornalistas  Profissionais do Estado de S.Paulo, pelo SINCO – Sindicato Nacional das Empresas de Comunicação Social e as entidades ligadas ao setor de promoção comercial, UBRAFE – União Brasileira dos Promotores de Feiras e SINDIPROM – Sindicato de Empresas de Promoção, Organização e Montagem de Feiras, Congressos e Eventos dos Estados de São Paulo e Rio de Janeiro.


 



A idéia do Guia surgiu após o Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado de São Paulo/SJSP receber, com certa freqüência, reclamações de jornalistas e de assessorias de imprensa sobre procedimentos que consideravam inadequados no trato com a informação e na condução do trabalho em eventos. A partir desses episódios, o SJSP, então, mobilizou estas entidades para compor uma equipe de trabalho. Após dois anos de execução, os envolvidos no projeto apresentam as dicas e orientações para uma cobertura completa de feiras e eventos.


 



Repórteres de veículos da imprensa nacional e profissionais de comunicação que vivem o dia-a-dia das feiras deram os seus depoimentos sobre o que acham das feiras e como este guia poderia contribuir para fortalecer ainda mais a cobertura desses eventos. As informações vão desde o credenciamento da imprensa até mesmo como montar uma sala de imprensa que atenda às necessidades dos jornalistas e fotógrafos que estão fazendo a cobertura do evento.


 



Com a chancela de todas essas entidades, o Guia de Boas Práticas de Comunicação em Feiras e Eventos pretende ser um instrumento útil para todos os profissionais envolvidos na cobertura jornalística das feiras de negócios e de eventos em geral. Aperfeiçoando ainda mais as práticas profissionais e as ferramentas de comunicação empregadas nas 122 feiras de negócios que movimentam cerca de R$ 3,2 bilhões e geram mais de 220 mil postos de trabalho diretos e indiretos.


 



Inicialmente, o guia terá uma tiragem de 5 mil exemplares e distribuição gratuita em todo o Brasil. Além de uma versão online que ficará disponível no site das entidades envolvidas no projeto. 


 



Entidades


 



ABRACOM – Associação Brasileira das Agências de Comunicação – criada em 17 de abril de 2002, por 56 agências de comunicação, a Abracom visa consolidar e ampliar o mercado das agências de comunicação, dentro de altos padrões de profissionalização e de competência empresarial. Além de difundir o setor junto a outros segmentos econômicos, estabelecer um Código de Ética Empresarial e trabalhar pela crescente profissionalização das agências. Fazendo com que as agências de comunicação sejam reconhecidas como as parceiras ideais das empresas para a realização dessas tarefas.


www.abracom.org.br


 



FENAJ – Federação Nacional dos Jornalistas – está efetivamente incorporada às lutas em defesa dos jornalistas e do jornalismo no Brasil. Criada 20 de setembro de 1946, a FENAJ sempre se destacou na longa e árdua jornada pela adoção de regras que organizassem a profissão e garantissem para a sociedade acesso público à informação ética e plural. Com mais de 40 mil jornalistas associados aos seus 27 sindicatos estaduais e quatro municipais, a Federação tem dado demonstrações históricas de preocupação com a liberdade na comunicação e com a democracia como valor inalienável do cidadão sem abrir mão de sua missão principal de lutar por melhores condições de vida e trabalho para os jornalistas profissionais.


www.fenaj.org.br  


 


 


SINCO – Sindicato Nacional das Empresas de Comunicação Social – foi fundado em 11 de maio de 1989 com o objetivo de congregar todas as empresas jurídicas que se dediquem à prestação de serviços de Relações Públicas, Assessoria de Imprensa, Assessoria de Comunicação Integrada e Empresarial, Publicações Empresariais, Clipping, Eventos: Congressos, Seminários, Simpósios, Cursos e Programas de Treinamento em Comunicação, Vídeos Empresariais, Relações Governamentais, Produção Visual, Pesquisa de Mercado e opinião Pública, Marketing Institucional e Projetos Culturais. O SINCO é uma entidade sindical, de âmbito nacional, e com prazo de duração indeterminado com sede e foro na cidade de São Paulo e comarca da Capital podendo criar delegacias regionais em qualquer parte do país.


www.sincosindicato.com.br


 



SJSP – Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Estado de S.Paulo – participou e participa desde 15 de abril de 1937 de lutas importantes dos jornalistas e da sociedade brasileira. Com 4.500 sindicalizados, segundo dados de 2005, é o maior sindicato da categoria no país. É filiado à Federação Nacional dos Jornalistas (FENAJ) e à Central Única dos Trabalhadores (CUT). Tem sede à Rua Rego Freitas, 530, sobreloja, Vila Buarque, São Paulo e oito regionais: Bauru, Campinas, Piracicaba, Ribeirão Preto, Santos, São José do Rio Preto, Sorocaba e Vale do Paraíba/Litoral Norte e Mantiqueira. Trabalham no Sindicato, entre funcionários contratados e prestadores de serviço, 35 pessoas.


www.sjsp.org.br


 



SINDIPROM – Sindicato de Empresas de Promoção, Organização e Montagem de Feiras, Congressos e Eventos dos Estados de São Paulo e Rio de Janeiro representa mais de 3.000 empresas de eventos, entre organizadoras e promotoras de feiras e eventos, montadoras de estandes, locadoras de equipamentos, prestadoras de serviços para o segmento, empresas de marketing promocional, além dos profissionais autônomos com atividades afins.


www.sindiprom.org.br


 



UBRAFE – União Brasileira dos Promotores de Feiras – é a entidade privada que representa desde 1986 as empresas envolvidas na organização, promoção, operação e montagem das principais feiras de negócios do Brasil. Sob a liderança da UBRAFE, as feiras de negócios brasileiras cresceram 300% de 1992 a 2006 e consolidaram-se como os maiores e mais importantes encontros comerciais do Brasil para empresas de todos os portes: grandes, médias, pequenas e micro. Nos seus 20 anos de atuação, a entidade “abriu os olhos” do governo brasileiro para a importância das feiras de negócios, apresentando a força das feiras de negócios para os líderes do poder nacional, câmaras de comércio bilateral, embaixadas e corpo diplomático.


www.ubrafe.com.br


FONTE: Abracom

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.