Livro dá

Se a administração moderna listasse os maiores riscos a uma companhia nos cenários atuais, o de conceber um planejamento de comunicação sem avaliar em profundidade a identidade da empresa estaria entre os primeiros lugares do ranking, como um dos perigos mais certos. Tentar comunicar o que não se é ou mesmo distribuir mensagens equivocadas não é pecado raro entre as empresas, sejam elas pequenas ou multinacionais. Só que as penitências, impostas pelo mercado, nem sempre são brandas. Em seu mais recente livro – “Quem sua empresa pensa que é?” -, a especialista Lígia Fascioni dá uma bronca corporativa nas empresas que comunicam o que querem ser em lugar de sua verdadeira essência. Com bom humor e muita pesquisa, a autora ensina conceitos importantes, como a diferença entre identidade e imagem corporativa, além de apontar, em exemplos superlativos, os erros mais freqüentes no trato com a identidade empresarial. É possível aprender, por exemplo, que o nome da empresa, sua missão, visão, atendimento e mesmo a propaganda que faz são apenas manifestações físicas de uma identidade corporativa, que é algo muito mais amplo. “Toda empresa tem uma identidade, formada de coisas boas e também ruins”, explica Lígia. “As manifestações físicas da identidade funcionam como as roupas em pessoas: ajudam a mudar sua aparência, mas não sua essência. Jamais podem ser confundidas com a própria identidade”, completa a autora, uma engenheira eletricista, mestre em Automação e Controle Industrial, especialista em Marketing e doutora em Gestão Integrada do Design. O grande desafio para os gestores de hoje é adequar a imagem corporativa (aquilo que a empresa parece ser) com a identidade corporativa (aquilo que ela realmente é), sem cair na tentação de achar que conhecem a empresa suficientemente bem para, unilateralmente, compor sua definição. “Quem sua empresa pensa que é?” servirá de espelho crítico a muitas empresas e seus executivos. Todos aqueles que se reconhecerem entre os exemplos de má conduta e quiserem se enquadrar terão ainda na obra orientações importantes. Além da abordagem conceitual, a autora revela os fundamentos da metodologia GIIC® – Gestão Integrada da Identidade Corporativa -, que desenvolveu e aplica em empresas e cujo objetivo maior é fazer com que a imagem da companhia seja a mais parecida possível com sua identidade, evitando dissonâncias e ajudando as empresas a se conhecerem melhor e se apresentarem de maneira mais coerente usando o design. “A imagem corporativa é como um quebra-cabeças que as pessoas montam em suas mentes com peças que a empresa distribui e o design é a ferramenta que consegue traduzir a identidade e dar boa forma a essas peças”, explica a autora. O GIIC® é composto de doze módulos, que vão da sensibilização dos colaboradores à análise das manifestações da identidade da empresa, passando pela definição dessa identidade corporativa. Para saber mais, acesse www.ligiafascioni.com.br. Sobre a autora Lígia Fascioni nasceu em Florianópolis, em 20 de outubro de 1966. É engenheira eletricista (UFSC, 1989), mestre em Engenharia Elétrica na área de Automação e Controle Industrial (UFSC, 1996), especialista em Marketing (UDESC/ESAG, 2000) e doutora em Engenharia de Produção e Sistemas, na área de Gestão Integrada do Design (UFSC, 2003). Lançamento da obra O Quê: Livro “Quem sua empresa pensa que é?” Quando: 30 de março (quinta-feira) Hora: 19 horas Onde: Livraria Catarinense do Beiramar Shopping (Florianópolis) Número de páginas: 136 p. Preço: R$ 29,00


Fonte: MaxPress


FONTE: MaxPress

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.