VLADIMIR HERZOG, 30 ANOS DEPOIS

O Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado de São Paulo, em parceria com várias instituições, programou uma série de atividades em memória do jornalista Vladimir Herzog, no 30º aniversário de seu assassinato por agentes do regime militar. A morte de Herzog, que era diretor de jornalismo da TV Cultura, em 25 de outubro de 1975, provocou uma forte reação de diversos setores da sociedade e foi o primeiro passo para a retomada do processo democrático no País.

A programação culminará com a cerimônia de entrega do 27º Prêmio Jornalístico Vladimir Herzog de Anistia e Direitos Humanos, no dia 25, às 19 horas, no Parlatino. Confira abaixo a programação. Para quaisquer esclarecimentos, ligue no telefone (11) 3217-6298.

PROGRAMAÇÃO

* 14 a 20/10 – Ciclo de cinema Vladimir Herzog, com filmes sobre o período do regime militar (Cinesesc – Rua Augusta, 2.075; e Galeria Olido – av. São João, 473) – ver abaixo

* 18/10 – Estréia do Documentário "Catedral: um silêncio em memória de Vlado" , no anfiteatro da Universidade IMES (av. Goiás, 3.400 – São Caetano do Sul), às 19 horas

* 18/10 – Inauguração de Exposição de Fotos sobre Vladimir Herzog e o período em que foi assassinado (Sindicato dos Jornalistas – rua Rego Freitas, 530 – sobreloja), às 20 horas

* 19/10 – Encontro de representantes de entidades de defesa dos direitos humanos. Apresentação da sexta edição de livro Dossiê Herzog, de autoria do jornalista Fernando Pacheco Jordão (Sindicato dos Jornalistas – rua Rego Freitas, 530 – sobreloja), às 19 horas

* 19/10 – Exibição do Programa Diálogo Brasil – Especial Vlado (TV Educativa/Radiobrás/TV Cultura), às 22h30

* 20/10 – Sessão Solene em homenagem a Vladimir Herzog, na Câmara Municipal de São Paulo, às 19 horas (Viaduto Jacareí, 100)

* 20/10 – Concerto da Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo em memória de Herzog, na Sala São Paulo (Praça Júlio Prestes s/nº), às 21 horas

* 21/10 – Ato simbólico no portal do Presídio Tiradentes (av. Tiradentes), às 10h30

* 21 a 23/10 – Fórum Coral Mundial pela Paz e Direitos Humanos

* 21/10, das 18 às 22 horas, Encontro dos Cantores e Ensaio Preparatório, na Igreja Presbiteriana (rua Nestor Pestana – Centro);

* 22/10, às 15 horas, ensaio geral na Catedral da Sé;

* 22/10, às 20 horas, Encontro de Cantores e Regentes com Autoridades Culturais e Políticas, no Parlatino (av. Auro Soares de Moura Andrade, 564 – Barra Funda);

* 23/10, às 14 horas, abraço do Coral de Cantores em torno da Catedral da Sé; às 14h30, apresentação nas escadarias da Catedral; 16 horas, participação no ato inter-religioso na Catedral

* 22/10 – Inauguração da Exposição Vlado, 30 anos (celas do Deops, na Estação Pinacoteca – Largo General Osório, 66), às 11 horas – ver abaixo

* 23/10 – Ato Inter-religioso em memória de Vladimir Herzog, pela Paz e Direitos Humanos, na Catedral da Sé, com a participação de representantes de 20 religiões e com apresentação de Coral de 1.000 vozes, sob regência do maestro Martinho Lutero

* 24/10 – Sessão Solene em homenagem a Herzog, na Assembléia Legislativa de São Paulo (Plenário JK), às 10 horas

* 24/10 – Inauguração da Sala Vladimir Herzog da Associação dos Cronistas Políticos, na Assembléia Legislativa de São Paulo, às 11h30

* 24/10 – Solenidade em homenagem a Herzog no auditório da Universidade São Judas Tadeu (Rua Taquari, 546 – Moóca), às 19 horas

* 25/10 – Sessão Solene em homenagem a Vladimir Herzog no Senado Federal, às 14 horas

* 25/10 – Mesa-Redonda sobre Vladimir Herzog, no Auditório da Faculdade de História da USP, das 14 às 17 horas, promovida pelo Laboratório de Estudos da Intolerância/USP

* 25/10 – Cerimônia de entrega do XXVII Prêmio Jornalístico Vladimir Herzog e entrega do I Prêmio Vladimir Herzog para Novos Talentos do Jornalismo, com homenagem a cidadãos cuja vida foi dedicada à causa dos Direitos Humanos, no Parlamento Latino-Americano (av. Auro Soares de Moura Andrade, 564 – Barra Funda), às 19 horas

* 25/10 – Show de MPB em homenagem a Vladimir Herzog, no auditório da TV Cultura, com transmissão ao vivo, às 22h30

* 27/10 – Denominação de Vladimir Herzog da Sala da Comissão Municipal de Direitos Humanos (Pátio do Colégio nº 5 – 7º andar), às 15 horas

* 27/10 – Homenagem a Vladimir Herzog e Tim Lopes na sessão de abertura do 1º Congresso Internacional de Jornalismo Investigativo na PUC/RJ, às 19h30

* Na semana que antecede o dia 25/10, haverá leitura de texto em memória de Vladimir Herzog em diversos espetáculos teatrais em cartaz na Capital. Várias faculdades de jornalismo também realizarão atividades em homenagem a Herzog

* Durante o mês de outubro, o Museu da Pessoa estará colhendo depoimentos de pessoas que participaram dos protestos que se seguiram à morte de Vladimir Herzog, com destaque para quem esteve presente no culto ecumênico realizado na Catedral da Sé em 31 de outubro de 1975 (checar em www.museudapessoa.net)

* O portal da Fundação Perseu Abramo tem um link sobre Vladimir Herzog feito no 25º aniversário de sua morte, com depoimentos de vários jornalistas e personalidades (www.fpabramo.org.br)

Ciclo Vladimir Herzog de Cinema A programação do Ciclo Vladimir Herzog apresenta uma série de filmes sobre os anos de chumbo e de luta dos brasileiros pelo restabelecimento das liberdades democráticas. No Cinesesc os ingressos serão vendidos a R$ 4,00 e R$ 2,00 (estudantes, comerciários e aposentados). A programação é a seguinte:

14/10 – sexta
15h30 – Cabra cega (2004, direção: Toni Ventura)
17h30 – Pra frente Brasil (1982, direção: Roberto Farias)
19h30 – Abertura do Ciclo Vladimir Herzog – Ben Abrahan (presidente da Associação dos Sobreviventes do Nazismo)
19h40 – Marimbás (1962, direção: Vladimir Herzog) / Nazismo nunca mais (1995, direção: Ben Abrahan)
21h – Cabra marcado para morrer (1984, direção: Eduardo Coutinho)
23h10 – Doramundo (1978, direção: João Batista de Andrade)

15/10 – sábado
16h45 – Lamarca (1994, direção: Sérgio Rezende)
19h10 – Quase dois irmãos (2005, direção: Lúcia Murat)
21h – Memórias do Cárcere (1984, direção: Nelson Pereira dos Santos)

16/10 – domingo
15h40 – Marimbás / Nazismo nunca mais
17h – Nunca fomos tão felizes (1984, direção: Murilo Sales)
19h – Pra frente Brasil
21h – Jango (1984, direção: Silvio Tendler)

17/10 – segunda
17h – Ação entre amigos (1998, direção: Beto Brant)
19h – Barra 68 (2000, direção: Vladimir Carvalho)
21h – Eles não usam black tie (1981, direção: Leon Hirszman)

18/10 – terça
17h – Terra em transe (1967, direção: Glauber Rocha)
19h10 – Nunca fomos tão felizes
21h – Lamarca

19/10 – quarta
16h30 – Barra 68
18h – Marimbás / Nazismo nunca mais
19h20 – Terra em transe
21h – Cabra marcado para morrer

20/10 – quinta
17h – Jango
19h10 – Quase dois irmãos
21h – Memórias do cárcere

Obs.: É preciso checar os horários e a programação destes mesmos filmes na Galeria Olido

Fonte: MaxPress

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.