ECA-USP abre inscrições para pós-graduação em Gestão da Comunicação

Associadas Abracom têm 10% de desconto



Entre os dias 14 e 25 de fevereiro de 2005 estarão abertas inscrições para o curso de pós-graduação lato sensu em Gestão da Comunicação, na Escola de Comunicações e Artes (ECA) da Universidade de São Paulo (USP). Associadas da Abracom têm 10% de desconto nas inscrições.



Oferecido a todos os profissionais com curso superior, atuantes em empresas privadas, na esfera pública ou em áreas ligadas à educação ou à cultura, o curso procura formar pessoas capazes de articular e potencializar o uso das diversas mídias e dos diferentes suportes da comunicação, da interpessoal à tecnológica. Seu conteúdo abre espaço para discutir tudo sobre comunicação, avaliando essa ciência inserida em todas as suas relações.



Esta será a 16ª turma do curso, que já formou 239 gestores. Este processo seletivo de início do ano é destinado aos alunos que assistirão às aulas no período noturno, durante a semana. Já entre julho e agosto ocorre outra seleção, para ingresso dos alunos das turmas de fim de semana, com aulas aos sábados e domingos. A carga horária do curso é de 900 horas/aula, distribuídas em três semestres, sendo que no terceiro período o aluno se dedica exclusivamente ao desenvolvimento de um projeto prático de intervenção em comunicação, para uma instituição escolhida por ele.



Ao terminar o curso, o aluno recebe o título de especialista, o que o habilita a prestar concursos, por exemplo, para seguir a carreira acadêmica inclusive em universidades federais. Do mesmo modo, a pós em Gestão também forma pesquisadores em comunicação, visto que quantidade expressiva de ex-alunos ingressa em mestrados e doutorados nas principais universidades do Brasil. Além disso, nos últimos anos, a ECA tem constatado crescente participação de executivos que administram seus próprios negócios e buscam conhecimentos de comunicação para aperfeiçoar sua atuação no mercado, bem como pessoas envolvidas nas áreas de comunicação e marketing de grandes corporações.



Por ser oferecido a profissionais de várias áreas, o curso tem turmas com perfil heterogêneo, o que contribui sobremaneira à formação do gestor de comunicação, pois procura desconsiderar a fragmentação das subáreas da comunicação social, sem abrir mão de seus saberes. Daí o fato de os alunos serem unânimes em afirmar que o conteúdo absorvido lhes trouxe visão crítica dos processos de comunicação, dando mais qualidade e fundamentação às ações, além de visão global sobre a área.



Um dos principais fatores que levam a esse índice de aprovação pelos ex-alunos é o nível do corpo docente. A equipe de professores ? todos com qualificação mínima de doutorado – trabalha junta há muitos anos e tem larga experiência em pós-graduação stricto sensu na Universidade de São Paulo.





Saiba mais sobre o GestCom



O curso de pós-graduação lato sensu em Gestão da Comunicação é ministrado há 12 anos na Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo (ECA-USP) para formar profissionais capazes de atuar na área de comunicação de maneira integrada.



?O objetivo deste curso é formar especialistas em comunicação com uma base teórica que permita utilizar qualquer técnica de comunicação de modo a atender aos objetivos de empresas, escolas, organizações não-governamentais, instituições públicas e culturais. Vários trabalhos desenvolvidos por alunos em nosso curso conseguem antecipar em alguns anos movimentos que os mercados só começam a fazer agora?, comenta a ex-coordenadora do GestCom, Maria Aparecida Baccega, assinalando que recentes ações de responsabilidade social de setores como o de shopping centers, por exemplo, foram antecipadas por projetos desenvolvidos no curso há 7 anos.



No novo modelo de comunicação que se consolida, passa a ter cada vez mais espaço aquele profissional que ajuda a definir os rumos das organizações, utilizando a comunicação como matéria-prima para a tomada de decisões. Alguém que saiba como conduzir processos, que saiba dialogar com diferentes saberes e incentivar que todos participem, considerando todas as relações nas quais a comunicação está inserida. Os princípios defendidos na pós de Gestão da Comunicação dão prioridade à prática democrática em todos os níveis de atuação dos profissionais de comunicação, pois abrem espaço para que todos sejam ouvidos, propõem que o gestor de comunicação seja um intermediário crítico das interações comunicativas na comunidade na qual está inserido.



Segundo Maria Cristina Castilho Costa, atual coordenadora do GestCom, a gestão de processos de comunicação em ambientes empresariais, educacionais e culturais exige que os profissionais interajam permanentemente com aspectos como a cultura das organizações: ?Comunicação é um dos fios da cultura, o que torna evidente que um bom gestor de comunicação tem que reunir conhecimentos muito além dos técnicos?, comenta.



Este ?novo? profissional, em muitos casos, coordena toda a comunicação de uma instituição. Deixa de executar desvinculada e simplesmente apenas assessoria de imprensa, ações de marketing, comunicação interna, organização de eventos ou a produção de publicações específicas. Ele passa a pensar estrategicamente na comunicação; tem ciência de que a dinâmica e as novas exigências do mercado tornam cada vez mais fluida a diferença entre a formação original de cada um. O gestor é capaz de identificar e trabalhar com diferentes cenários do ambiente externo e interno. Tem domínio sobre todas as áreas da comunicação.



Há clareza em boa parte das organizações que a comunicação empresarial passa a ser percebida como um instrumento fundamental, não apenas para permitir a construção de uma imagem favorável da empresa, mas como algo imprescindível ao sucesso da organização, inclusive no apoio a seus objetivos mercadológicos, ainda que de forma indireta. Isso requer desse profissional ter também habilidades de marketing e administração, visão ampla da empresa em que trabalha, como ela funciona e, principalmente, conhecimento de meios que a ajudem a lucrar – pois isso é da natureza da organização ? mas que não sejam apenas os tradicionais.



Por isso, o gestor tem de observar boa parte das relações em que seu objeto está envolvido. E esse ato toma como base a condição atual da comunicação de inserção na sociedade, no trabalho e em todas as faces da vida cotidiana, inclusive na sua participação no processo de formação de cidadãos. Daí a proposta do curso de levar a esse mercado de trabalho a percepção de que a comunicação, mais do que usada ou consumida, é vivida.



Mais informações podem ser obtidas pelo telefone (11) 3091-4341 ou 3091-4867. Ou no site www.eca.usp.br/gestcom.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.