COMUNICADO – Família de Ivandel Godinho participa de Missa pela Paz

A família Ivandel Godinho, jornalista que está seqüestrado desde 22 de outubro do ano passado, os funcionários da In Press Porter Novelli e amigos também participarão da Missa pela Paz e Contra a Violência, que será celebrada na próxima segunda-feira, 12 de julho, 12h00, na Catedral da Sé. O ato religioso, em memória do jornalista Leonardo Blaz Cicoti, assassinado no sábado (3/7), é também um momento para que a sociedade mostre toda sua indignação e horror pela violência.   

  

Lutamos pela paz nesta cidade. Queremos a liberdade de poder caminhar pelas ruas de São Paulo. Estamos, todos, juntos com a família de Leonardo Blaz na luta pela vida.  

  

Abaixo, a convocação para missa elaborada pela Voice Comunicação, agência onde Leonardo Blaz trabalhava.  

  

– Assunto:2º feira, às 12 horas, missa pela Paz e contra Violência e em memória do jornalista Leonardo Blaz Cicoti  

  

  

MISSA PELA PAZ E CONTRA A VIOLÊNCIA E EM MEMÓRIA DO JORNALISTA LEONARDO BLAZ CICOTI SERÁ CELEBRADA NA CATEDRAL DA SÉ NESTA SEGUNDA-FEIRA, 12 DE  

JULHO, ÀS 12 HORAS  

  

Em nome da família e dos amigos do jornalista Leonardo Blaz Cicoti, assassinado no sábado (3/7), nós, seus companheiros de trabalho, convidamos para Missa pela Paz e Contra a Violência, que será celebrada na Catedral da Sé nesta segunda-feira, 12 de julho, às 12 horas. O ato religioso será conduzido pelo Padre Edmilson da Silva, vigário paroquial da Catedral da Sé, coincidentemente também jornalista, recém-formado.  

  

A morte de Leonardo, infelizmente, não é um ato isolado. E, por isso mesmo, não podemos deixar que fatos como este continuem a fazer parte de nosso cotidiano, como uma rotina simplesmente a lamentar. É preciso mais, muito mais do que isso. É preciso que ocorrências como esta – cada um delas – sejam ainda capazes de provocar indignação e horror, acionando a consciência e o espírito de mobilização da sociedade contra esse estado de violência.  

  

Ainda estamos chocados e chorando nosso amigo muito querido. Mas, também queremos fazer ? como todos as pessoas atingidas e não atingidas por tragédias como esta ? que a morte de Leonardo tenha um propósito.  

  

Queremos de alguma forma contribuir para que se acabe a violência, para que as famílias não tenham mais de ter medo quando seus entes queridos saem de casa e os cidadãos não tenham mais de viver encarcerados em suas próprias casas.   

  

Queremos que os jovens tenham direito à sua vida, queremos que as mães não tenham mais de perder seus filhos de forma tão estúpida e tão sem sentido.  

  

Nesta missa, queremos chorar nosso amigo querido, mas também queremos clamar por justiça, implorar providências e medidas para acabar com a violência desta cidade, deste País. Queremos fazer ouvir a nossa indignação que, infelizmente, só mobiliza as consciências quando se trata de tragédias pessoais.  

  

Pedimos a todos que levem uma rosa branca à missa. Quem não puder ir, mas quiser manifestar-se pela paz e contra a violência, sugerimos também levar rosas para o trabalho e jogar as pétalas das janelas de suas casas e edifícios residenciais e comerciais às 12 horas da segunda-feira, horário da missa, em sinal de protesto.  

  

Ana Regina Bicudo e Norma Alcântara  

Voice Comunicação Institucional

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.