Conrerp define vencedores do Opinião Pública 2003

O Conselho Regional de Profissionais de Relações Públicas – Conrerp 2ª Região (São Paulo e Paraná), presidido por Terezinha de Andrade Leal, anunciou nesta quinta-feira os vencedores do Prêmio Opinião Pública 2003, em nove das onze categorias existentes. A grande vencedora do concurso foi a Companhia Vale do Rio Doce, premiada em três categorias, sendo que numa delas ganhou com dois projetos. Outro destaque foi o Senado Federal, premiado em duas categorias. A lista completa dos vencedores é a seguinte:



* Na categoria Administração de crises venceu o case Comunicação, Emoção e História – O Senado Federal entre o formal e o informal, na posse presidencial, coordenado por Francisco Etelvino Biondo. O case, aliás, já havia sido um dos destaques na programação do 3º Congresso Brasileiro de Comunicação no Serviço Público, realizado em agosto, em São Paulo;



* Na categoria Relações para Públicos Específicos, houve empate entre dois projetos: O nosso Brasil que vale, da Companhia Vale do Rio Doce, tendo como profissional responsável Danielli Mello; e Relações Paralelas, da Universidade Metodista de São Paulo, conduzido pela professora Maria Aparecida Ferrari;



* Na categoria Relações com a Comunidade, venceu Basf & Comunidade de Guaratinguetá: A construção de um relacionamento maduro, inscrito por Alessandra Cristina de Toledo Marucci;



* Na categoria Responsabilidade Social, o destaque foi o Programa de responsabilidade social com públicos externos da Caterpillar, tendo como profissional responsável Suely Aparecida Agostinho;



* Na categoria Eventos e Comemorações, houve empate entre a Cia Siderúrgica Belgo Mineira, com Inauguração da fábrica de telas e treliças Belgo – Unidade São Paulo, liderado por Sofia Ramirez Villegas; e a Sercontel, com o projeto Sercontel 35 anos, de Adriano Maricato Ramos;



* Na categoria Relações Públicas Internacionais o case vencedor foi da Vale do Rio Doce com o Programa de recepção de visitas, que tem como titular Renata Nogueira;



* Na categoria Relações com a Imprensa venceu a Campanha de prevenção da TVP: reduzindo riscos, salvando vidas, projeto feito pela ADS para a Aventis Farma e para a Sociedade Brasileira de Cirurgia Vascular, sob o comando de Antonio de Salvo;



* Na categoria Relações Públicas Governamentais o prêmio foi para o Senado Federal, com o case Terceira idade: o desafio da inclusão social, de Ana Lúcia Novelli;



* Na categoria Relações com o Público Interno, destaque novamente para a Vale do Rio Doce, que venceu com dois cases de Renata Nogueira – Carnaval para os empregados e Remuneração Variável.



Não foram concedidos prêmios nas categorias Auditoria de imagem e Publicações, Vídeos e Filmes de caráter institucional.



A entrega será feita na primeira quinzena de dezembro no auditório da Fundação Itaú Cultural.



Integraram o júri Paulo Nassar, presidente executivo da Aberje, Eduardo Ribeiro, colunista deste Comunique-se e Diretor Secretário da Abracom, Áurea Oliva, professora e diretora da M&O Comunicação; Pedro Aguiar, diretor da Ink Comunicação, Roberto Constante, executivo da Edelman e diretor eleito da próxima gestão do Conrerp; e Sérgio Andreucci, professor de Relações Públicas e diretor da Andreucci Comunicação.






FONTE: Comuniquese

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.