Gestão de negócios terá destaque na Abracom

A diretoria de Capacitação Profissional da Abracom acaba de realizar o primeiro curso de extensão universitária na área de gestão de negócios, em parceria com a Universidade de São Paulo. Foi a primeira iniciativa para estruturar atividades constantes na área de gestão de negócios, que tem se revelado como uma das prioridades das agências associadas à entidade.



Veja a seguir entrevista com a diretora de Capacitação Profissional da Abracom, Gisele Lorenzetti. Ela é sócia-diretora da LVBA Comunicação e está à frente do processo de formatação de cursos para as agências de comunicação, que já realizou atividades como cursos básicos sobre briefing e planejamento estratégico. E agora dá um passo importante para a realização de parcerias com universidades, no sentido de oferecer ao setor cursos direcionados para as necessidades do setor.





Como você avalia o curso Abracom/ECA?



A pesquisa que fizemos no final do curso mostra que o público ficou satisfeito. Isso é importante mas não é tudo. Percebemos que há necessidade de desenvolvermos outros cursos, com ênfase mais específica em gestão.



A área de capacitação profissional da Abracom está direcionada o tema da gestão empresarial?



A área não estava direcionada para temas ligados à gestão. Até então trabalhamos com foco em temas ligados a comunicação. Certamente vamos rever este direcionamento. Provavelmente em 2004 iremos direcionar nossos esforços para a realização de cursos que ajudem o empresário a gerir melhor a sua agência, a adotar ferramentas de gestão atuais e, principalmente, entender melhor sobre gestão de pessoas, de recursos financeiros e de tecnologia.



Os cursos existentes não se ajustam ao foco do negócio das agências de comunicação?



Não existem cursos prontos direcionados a empresários da comunicação empresarial. Sabemos que o nosso setor é novo, vem crescendo muito nos últimos 12 anos e os empresários são, em sua maioria, jornalistas. Raros são os aqueles que tiveram uma formação em administração. Caberá à Abracom, em parceria com outras entidades, criar estes cursos. Isso implica, inclusive, em prepararmos professores para falarem a nossa linguagem, entenderem o nosso negócio e a nossa dinâmica. Será um enorme desafio que a Abracom deve assumir.



Há um caminho aberto para a formação de um curso específico, talvez de MBA, para gestão de negócios nas agências de comunicação?



Este é, sem dúvida alguma, um passo maior, que pode ser fruto, inclusive, da soma de cursos com foco em gestão, que iremos realizar. Mas, sem dúvida, é uma alternativa muito interessante e válida.



Serão necessárias outras parcerias com instituições acadêmicas para chegar a esse tipo de curso?



Certamente. Temos que usar estruturas acadêmicas conceituadas e já prontas, que nos ajudem a montar o programa que precisamos. Caberá a nós trabalhar para que os acadêmicos nos entendam melhor, para que dirijam a linguagem do curso às necessidades que temos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.